class="post-template-default single single-post postid-9058 single-format-standard wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.5 vc_responsive" itemscope="itemscope" itemtype="https://schema.org/WebPage" data-adminbar="">

Dia do Combate a Diabetes

 em Informativos

A data de 14 de novembro foi criada para estimular o diálogo sobre o diabetes, disseminar conhecimento e promover ações de prevenção e controle da doença.

O que é

Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose, que obtemos por meio dos alimentos como fonte de energia.

Quando a pessoa tem diabetes, o organismo não fabrica insulina ou não consegue utilizar o hormônio adequadamente. O nível de glicose no sangue fica alto – a hiperglicemia. O descontrole do diabetes pode causar cegueira, amputação de membros, insuficiência renal, derrame cerebral, disfunção erétil, úlcera nos pés, depressão, entre outros problemas.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, 16 milhões de pessoas sofrem com esta condição no Brasil.

Tipos de Diabete

O diabetes é dividido em dois tipos principais, o tipo 1 e o tipo 2. O diabetes do tipo 1 é uma doença autoimune na qual as defesas do organismo atacam as células do pâncreas, responsáveis pela fabricação de insulina. Costuma aparecer logo na infância ou na adolescência.
O tipo 2 é mais comum e acomete 90% dos pacientes diagnosticados com a doença. É caracterizado pela deficiência parcial ou total na produção de insulina com graus variados. Esta incapacidade é provocada por fatores como obesidade, sedentarismo e hereditariedade. O Ministério da Saúde aponta que idosos acima dos 65 anos são os que mais sofrem com diabetes, sendo que 21,6% das pessoas nessa faixa etária são portadores da doença.

Sintomas e diagnóstico

Na maioria dos casos, os pacientes diabéticos permanecem assintomáticos, porém alguns sinais podem aparecer, como cansaço, sede e urina em excesso. O diagnóstico para o diabetes é realizado por meio do teste de glicemia em jejum ou o de hemoglobina glicada.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário