class="post-template-default single single-post postid-9098 single-format-standard wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.5 vc_responsive" itemscope="itemscope" itemtype="https://schema.org/WebPage" data-adminbar="">

Dia Mundial das Leguminosas

 em Informativos

O dia 10 de fevereiro celebra o Dia Mundial das Leguminosas. O objetivo é consciencializar sobre o papel das leguminosas para a produção sustentável de alimentos voltada a segurança alimentar e nutricional.

Valor Nutricional

As leguminosas mais populares são os diversos tipos de feijão: preto, mulatinho, manteiga e carioca; grão-de-bico, ervilha, soja e lentilha.
As leguminosas são culturas agrícolas essenciais por várias razões. Elas são repletas de nutrientes e têm um alto teor de proteína, o que as torna uma fonte de proteína principalmente em regiões onde carnes e laticínios não são fisicamente ou economicamente acessíveis.
Também são pobres em gordura e ricas em fibras solúveis, o que pode diminuir o colesterol e ajudar a controlar o açúcar no sangue.

Como usá-las

Além da tradicional receita de feijão, presente diariamente no cardápio brasileiro, as leguminosas podem ser acrescentadas cruas ou cozidas a diversas saladas.
Inclua-as como uma opção vegetariana em seu cardápio. Use favas e feijões amassados em receitas de hambúrguer sem carne, por exemplo.
Em patês, as leguminosas cozidas podem ser amassadas e misturadas a ervas. As sopas e caldos são uma excelente opção em dias mais frios.

Preparo

Evite sempre que possível comprar leguminosas já cozidas. Esse tipo de produto têm muito sódio e conservantes, além de já terem perdido muitos de seus nutrientes.
Sempre deixe as leguminosas de molho, preferencialmente de um dia para o outro. Isso servirá não somente para reduzir o tempo de cozimento, mas principalmente para reduzir alguns compostos (fitatos, taninos, oligossacarídeos) associados à formação de gases.
Comer o mesmo feijão todo dia enjoa, então, varie as formas de preparo e combinação das leguminosas.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário