class="post-template-default single single-post postid-9041 single-format-standard wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.5 vc_responsive" itemscope="itemscope" itemtype="https://schema.org/WebPage" data-adminbar="">

Doenças Transmitidas por Alimentos

 em Informativos

As Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) são aquelas causadas pela ingestão de alimentos e/ou água contaminados. Existem mais de 250 tipos de DTA no mundo, sendo que a maioria delas são infecções causadas por bactérias e suas toxinas, vírus e outros parasitas.

No Brasil, a vigilância epidemiológica das DTA monitora os surtos e os casos das doenças definidas em legislação específica. De acordo com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, são notificados em média, por ano, 700 surtos de DTA, com envolvimento de 13 mil doentes e 10 óbitos.

O que causa as DTAs?

No Brasil, a maioria das doenças transmitidas por alimentos são causadas por bactérias (principalmente por Salmonella, Escherichia coli e Staphylococcus). No entanto, há também surtos de doenças transmitidas por alimentos causados por vírus (rotavírus e norovírus) e, em menor proporção, por substâncias químicas.

Sintomas das DTAs

Como as doenças transmitidas por alimentos podem ter várias causas, não há um quadro clínico específico. No entanto, os sintomas mais comuns são:
⦁ náuseas;
⦁ vômitos;
⦁ dores abdominais;
⦁ diarreia;
⦁ falta de apetite;
⦁ febre.
Os sintomas dependem de cada tipo de infecção e muitos microorganismos produzem os mesmos sintomas, o que torna o diagnóstico clínico um pouco difícil.
O período de incubação, ou seja, tempo que o organismo leva para apresentar os primeiros sinais após infecção, varia conforme o agente causador, mas usualmente é curto, variando de 1 a 7 dias.

Como prevenir as DTAs

A prevenção das doenças transmitidas por alimentos baseia-se no consumo de alimentos que atendam aos padrões de qualidade da legislação vigente, higiene pessoal e condições adequadas de saneamento.
As recomendações que seguem são de aplicação geral, tanto para os alimentos comprados como nos serviços de alimentação:
⦁ Lave as mãos regularmente
⦁ Selecione alimentos frescos com boa aparência e, antes do consumo, os mesmos devem ser lavados e desinfetados
⦁ Lave e desinfete todas as superfícies, utensílios e equipamentos usados na preparação de alimentos
⦁ Assegure-se de que os alimentos cozidos estejam mantidos sob a temperatura adequada antes do consumo (refrigerados ou aquecidos)
⦁ Alimentos prontos para o consumo devem ser protegidos de novas contaminações e mantidos sob rigoroso controle de tempo e temperatura
⦁ Alimentos perecíveis só podem permanecer em temperatura ambiente pelo tempo mínimo necessário para sua preparação.
⦁ Verifique o prazo de validade, acondicionamento e suas condições físicas (aparência, consistência, odor)
⦁ Consuma leite pasteurizado, esterilizado (UHT) ou fervido
⦁ Evite o consumo de alimentos crus, mal cozidos/assados (carnes e derivados)
⦁ Evite preparações culinárias que contêm ovos crus (Ex. gemada, ovo frito mole, maionese caseira
⦁ Mantenha os alimentos fora do alcance de insetos, roedores e outros animais

Postagens Recentes

Deixe um Comentário